Resenha 52: Fé para hoje – Confissão de Fé Batista de 1689.

Resenha 52

Fé para Hoje: Confissão de Fé Batista de 1689

Tradução do original em inglês: The Baptist Confession of Faith of 1689 © Typesetting

São José dos Campos: Editora Fiel, 1991, 64 pp.

cfb

 

Uma das primeiras confissões de fé dos batistas ingleses foi a de 1644; na verdade a confissão de 1689, trata-se de um endosso à segunda confissão batista de 1677. Esta é amplamente baseada na Confissão de Fé de Westminster (1648). A edição nacional é bem pequena, contendo um prefácio o qual relata um pouco da história da confissão e da citação por batistas calvinistas, como Charles Spurgeon.

 

É possível observar amplamente a influência da teologia do pacto ao longo da confissão, bem como a soteriologia calvinista, a relação entre lei e evangelho (que hoje é pouco discutida nas confissões e teologias sistemáticas). Há um capítulo sobre o matrimônio junto com o relacionado à magistratura e a relação com as autoridades.

 

A escatologia é eminentemente amilenista e a soteriologia é congregacional (o que não poderia ser diferente); o batismo é por imersão e a ceia tem caráter memorial, apesar de que não sei em que difere a expressão “alimento espiritual” de conferição de graça das fórmulas reformadas.

 

Duas notas foram colocadas ao final do livro, o que julgo incoerente (ou se publica o livro na íntegra e na ordem em que foi escrito, ou então que se deixe isso bem claro e esclareça-se com muita propriedade o porquê disto. Não nos é relatado, mas talvez um dos principais motivos é exatamente a consideração de que nem todas as crianças que morrem são eleitas e que o papa é o anticristo). Outra crítica à edição é que além de ser pequena não faz citação dos versículos na íntegra. Tudo bem que isto estimula a se ir às Escrituras, mas creio que facilitaria ter o verso em questão por extenso no texto da confissão.

A confissão é muito boa e já consiste numa redução do texto da Confissão de Fé de Westminster. Se comparada às confissões de fé batistas regulares é bem mais extensa; isto só vem a provar que não estamos nos preocupando em pensar com qualidade consensual os principais temas de nossas crenças e expô-los com clareza e precisão na linguagem de nossa geração sem corrupção do padrão bíblico. Todo batista deveria ler esta confissão.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s