Frustrações e Flertes

flerte

Muitas vezes nos frustramos com alguma dificuldade ou percalço no caminho e colocamos muita coisa na conta da “busca de glória pessoal”. Isto também pode soar esquisito, mas pode sugerir o caminho do orgulho ao reverso. Pensamos: “já que eu não obtive ou não estou obtendo reconhecimento nestas coisas, então desistirei delas (e olha que muitas vezes não são projetos ruins ou anti-Deus. Podem simplesmente apontar para uma mentalidade do tipo “produz e manda pra lixeira”). Tem uma frase do Ortega Y Gasset que ilustra isso: “entregue a si mesma, cada vida fica em si mesma, vazia, sem ter o que fazer. e como precisa se preencher com algo, finge frivolamente, dedica-se a ocupações falsas, que nada impõem de íntimo e sincero.”

Agora, o pecado (quando praticado de maneira consciente na vida dos redimidos) sempre traz crise, aponta para uma fuga insana, para um jogo de esconde-esconde, onde estamos sempre bem visíveis, como verdadeiros patetas clamando: “te enganei” enquanto os outros zombam de nós. Se você está nesta condição e sabe que dura coisa é recalcitrar contra os aguilhões, então está na hora de se render, deixar de fugir e encontrar lugar de arrependimento, de disciplina e conforto na cruz de Cristo.

O flerte com o pecado parece ser muito prazeroso; dá uma impressão de dupla satisfação (continuar tendo uma vida cristã reconhecida diante dos homens e gozar de objetos de desejo “impugnados” por Deus), com a real possibilidade de perdão tão logo os desejos “escusos” sejam plenamente satisfeitos e a retomada da vida cristã de forma autêntica ocorra com aquela “doce” satisfação do tipo “fiz tudo o que eu queria e gozei de tudo o que meus olhos me mostraram e, agora, voltarei para meu Deus, como se nada de errado tivesse acontecido”. É engodo! Não caia nessa. Primeiramente porque o flerte que finge te oferecer prazer e saciedade como “nunca antes tiveste” te enfeitiça a fim de que possas tomar veneno como se fosse uma taça de “cabernet sauvignon”. Em segundo lugar, uma atitude deliberada de flertes e tramitações “in box” sempre estarão reveladas nitidamente aos olhos do seu interlocutor, estão patentes aos olhos de Deus (que você finge não existir para poder realizar aquele pecado, mesmo que seja o crente mais “piedoso” e o apologeta mais aplicado em expressar as 5 vias de Aquino). Em terceiro lugar, flertes que dão vazão a romances com o pecado e com o mundo, podem abrasar-se ao ponto de consumirem totalmente aquele que pensa ser restaurado à comunhão com Deus tão logo o fogo da paixão voraz do pecado acabe. Talvez o lugar do arrependimento nunca chegue. É bom cortar o mal pela raiz (radicalmente). Em quarto lugar, Satanás não te dará o prazer que você imagina receber dele. Os presentes e as ofertas trazidos ao altar do diabo serão deliciosamente apreciados por ele enquanto você numa atitude de menino “chupando dedo” esperando um pirulito do diabo, receberá uma cusparada na cara enquanto ele sorrindo, tomará seu “drink” maliciosamente dizendo: “te enganei, bobinho”. Em quinto lugar (sou calvinista), a volta à casa do Pai pela metade, do tipo “Pai, mata a minha carência de afeição, enquanto eu me recupero para ganhar o amor do diabo de novo” será mera vaidade e teimosia. A volta tem que ser radicalmente, 100% para o Pai. Pode ter certeza: a satisfação é garantida. Pois nEle reside a plena satisfação de nossos corações. Antes de aceitar o flerte ou de flertar com o pecado, nos bastidores da rede internacional de sua mente, tenha ciência das implicações acima expostas.

Da frustração para o flerte é um pulo! Você só se frustra de fato quando um ídolo tomou conta do teu coração. Fuja do ídolo e encontre satisfação em Cristo, mesmo que você ache que seja tarde demais. Ame-O totalmente, com todos os sentidos a pessoa do Seu Salvador. Deixe-se fascinar pelo Senhor Jesus e ouça a declaração de amor dEle a Ti, por meio das Escrituras. Declare o seu amor a Ele por meio da oração e aplique esse amor por meio de sua experiência. Procure o canto sigiloso do seu gabinete ou do seu quarto e o teu Pai que te vê em secreto te ouvirá, num ambiente saudável de “in box”. Uma vida autêntica diante de Deus é um prazer fantástico que só pode ser experimentado por aquele que em buscar seu maior prazer em Cristo não para pra flertar com outra coisa qualquer, goza dos prazeres da terra em Cristo e não se frustra, porque achou nEle o contentamento!

Anúncios

4 comentários sobre “Frustrações e Flertes

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s